Domingo, 30 de Janeiro de 2005

Passou um ano...

               furacao.jpg


Passa hoje um ano que o blog NOVA VIDA nasceu. A todos agradeço os que tiveram a amabilidade de dar o seu testemunho nesta caminhada.Não me é possível acabar com o blog nas próximas semanas, porque não disse ainda tudo! Criando este espaço, fui confrontado com outros blogs com outras formas de estar, com pessoas que me fizeram pensar, meditar,sonhar e gostar como por exemplo do Sweet Pandemonium ( ver blog). Tive algumas surpresas no mundo virtual - umas más, mas outras paradisíacas.Também confirmei muitas das minhas suspeitas - as novas gerações foram educadas para desprezar e odiar o Bem e o Sagrado em oposição às mentiras, meias-verdades, boatos, fábulas, relativismo moral... A face visível da blogosfera e dos blogs é também a imagem de uma sociedade. Por estas bandas veêm-se muita solidão, amargura, felicidade, romantismo, respeito, compaixão, pornografia, boatices, politiquice rasteira, maldade, amor, amizade... . Mas há uma tendência que se vem afirmando disfarçada sob a capa do anonimato: Ódio ou desprezo aos judeus; ódio aos Estados Unidos; ódio à Igreja Católica ( é bom sinal); excesso de aplausos pela causa Árabe ( Saddam ou Bin Laden são gente séria comparada com Bush) e exagerado esquerdismo - parece que os humanos só têm uma mão!


E volto a fazer a mesma pergunta que fiz há um ano:


Por que será que os mártires de Satanás ( Homens Bomba) são em número muito superior aos verdadeiros mártires ( aqueles/as que dão a sua vida para salvar o próximo) ?  

publicado por Paulo do Porto às 18:58
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2005

Clima em mudança

Segundo dados estatísticos fiáveis a temperatura média do planeta aumentou 1ºC no último século. A dúvida é saber se esse aumento deveu-se apenas a fenómenos naturais ou à acção do homem. Se for sobretudo à interferência humana, então é grave, já que mais tarde ou mais cedo a mãe natureza se encarregará de deixar tudo em ordem, mas por métodos violentos que porá em causa a civilização humana.Estudos recentes demonstram que uma subida média da temperatura beneficia alguns países do hemisfério norte como os Estados Unidos - sabe-se que algumas áreas gélidas dos EUA passariam a ter actividade agrícola próspera. Podemos ter aqui uma razão para Bush se recusar a assinar os acordos de Kyoto! Contudo como vivemos numa Aldeia Global, no final todos ficaremos a perder - aparecimento de novas doenças mais mortais que a sida; fortalecimento de outras como a malária; secas e cheias mais frequentes e devastadoras; aumento do nível médio das águas do mar, desaparecimento de muitas espécies da fauna e flora que culminará com doenças e fome generalizadas que provocarão guerras brutais entre nações e continentes...

Alguns especialistas mais pessimistas dizem que estamos próximo de pisar o risco onde não haverá retorno.
Dentro de trinta anos já será tarde demais!
publicado por Paulo do Porto às 22:31
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2005

Blocadas e risadas

O moralista Francisco Loucã, resolveu mostrar a sua verdadeira face num frente a frente televisivo com Paulo Portas transmitido pela SIC Notícias. A dado momento o piedoso Loucã com dedo em riste afirma: "Dr. Paulo Portas, eu tenho um filho, portanto o senhor não tem moral para falar de vida."

A conclusão é óbvia, quem tem filhos tem um estatudo superior e daí pode falar e discutir certos assuntos. Será que o bem-vestido Loucã vai acabar os seus dias ao lado do Papa a defender a velha tese "crescei e multiplicai-vos"?
O que seria do pobre Paulo Portas se tivesse tido a atitude do moralista Loucã? Caíam o Carmo, a Trindade e,... a Torre dos Clérigos.

Este episódio prova que apesar de muitos portugueses elogiarem o "moralista", ninguém lhe leva a sério, sendo apenas a mascote da Comunicação Social esquerdista.

Também ficará provado nas eleições que o mundo da blogosfera é um mundo onde existe muita garganta e pouca prática, já que dizer bem do "moralista" é fácil, mas ter tomates para votar nele... tá queto!
publicado por Paulo do Porto às 23:51
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2005

Os simples

Não sendo tu político e poderoso, nada te impede de alterar a ordem das coisas. Madre Teresa de Calcutá vivei sempre pobre e mudou a vida de milhares de humanos e influenciou milhões de pessoas com o seu exemplo. Sem eu próprio estar consciente posso alterar a vida de muita gente, tanto para o bem como para o infortúnio. Exemplo disso é o ambiente familiar. Se o marido for uma peste, mas a esposa for uma santa mulher na educação dos filhos, estes poderão ser no futuro gente de bem. Quantos não terminam no suicídio, quando um pequeno sorriso nosso poderia evitá-lo. Todo o ser humano, mesmo na sua maior miséria e pobreza física tem uma mensagem que não deve ficar fechada no baú, mas deve usá-la. Nem necessita de grandes esforços, deve apenas ser simples nos pequenos gestos, porque a riqueza do mundo está na simplicidade e, quando der por si, já todo o mau ambiente em seu redor deu lugar a uma atmosfera de paz e convivência feliz. O segredo está nos pequenos gestos usados com coerência em cada dia...
publicado por Paulo do Porto às 21:53
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2005

A besta 666

Diz o livro do Apocalipse: "Quem tiver inteligência calcule o número da besta, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis."


Como chegar a este  número que é o número do Mal, do diabo?


Em Deus há três (3) Pessoas: Deus Pai ( o Criador); Deus Filho( imagem e pensamento de Deus) e Deus Espírito Santo ( Espírito da  Verdade) . Assim cada uma desta Pessoas leva o número "3". Chegamos pois à conclusão que em termos simbólicos, Deus ( Santíssima Trindade) toma o número "333".


Diz também a Biblia que a besta ou satanás é conhecido por querer pôr-se acima do próprio Deus para derrubá-Lo.


Ora, se Deus leva o número "333", quem se quer pôr acima do Altíssimo leva o número "666". 

publicado por Paulo do Porto às 23:15
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005

O bombo da festa

Já todos percebemos que a campanha eleitoral para as legislativas de 20 de Fevereiro próximo, vai ter um tema central: "Santana Lopes, o rei das trapalhadas". Nunca se viu nada igual! Se a gritaria da comunicação social, do bloguista Pacheco Pereira, do "nunca se engana" Cavaco Silva, do livreiro Marcelo Rebelo de Sousa e das portuguesas e portugueses em geral forem berros verdadeiros, então chego à conclusão que o CDS terá menos de 1% e o PSD não chegará aos 5% dos votos.


Nunca vi igual. Fiquei a saber que quatro meses de governo é responsável por todas as crises em Portugal. É verdade que fomos ensinados que Portugal sempre esteve atrasado 50 anos dos Países ricos da Europa, mas - o responsável é o satânico Lopes; o preço do petróleo é o dobro de há quatro anos - o responsável é o Lopes; A fuga aos impostos é de há décadas - o responsável é o S. Tana; o Benfica não é campeão - a culpa é do ex-presidente do Sporting. Nunca vi igual. Se exceptuarmos o falhanço do regresso às aulas, que fez Santana de tão errado assim? Foi trapalhão? Talvez. No fundo não é possível provar em 4 meses, o que se poderia provar em 4 anos. Tiveram a coragem de mudar algumas leis, como a lei das rendas ( único país da europa atrasado nesta matéria), para o próximo governo eleito metê-la na gaveta. O que as portuguesas e portugueses deviam meditar, é descobrir as verdadeiras razões do atraso de décadas do Povo Português em relação à europa ocidental. Eu tenho uma resposta:Enquanto os governos de outros países ( mesmo os partidos de esquerda) praticam políticas ao centro, em Portugal, mesmo um governo de centro-direita é obrigado a governar à esquerda, senão é corrido de uma maneira ou de outra. Também não é por acaso que Portugal esteve quase a cair na órbita soviética em 1975. Só espero que o próximo primeiro-ministro (Sócrates) tenha a coragem de praticar a verdadeira social-democracia e enterre de vez o socialismo. Quanto ao Santana Lopes, será na campanha eleitoral apenas o bombo da festa.

publicado por Paulo do Porto às 19:43
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2005

DesNorte

Se há coisa que eu não compreendo é porque me chamam nortenho. Nunca compreendi. Se um Lisboeta vai ao Porto diz: Vou ao NORTE. Se um alentejano resolve ir ao Minho tirar uns dias de férias depois de um extenuante ano a olhar para o chaparro diz: "Vou ao NORTE descansar os olhos". Se um Algarvio resolve ir a Trás-os-Montes visitar a família, diz para consigo mesmo: "Vou ao NORTE(Bragança) comer umas gajas", mas já não diz que vai a Trás-os-Montes.


 Não compreendo! Se eu for a Lisboa, não digo "vou ao Sul", digo "vou a Lisboa", ou então vou ao Alentejo, ou ainda vou ao Algarve passar férias. Como soaria " vou ao SUL passar férias?". Já imaginaram se eu chamar aos Lisboetas, Alentejanos e Algarvios apenas de sulistas? Seria engraçado eu chamar aos alentejanos: "O bom povo sulista". Pois bem, os sulistas tratam os portuenses, minhotos e transmontanos pelo mesmo nome "Nortenhos" daí aquela famosa frase "o bom povo do norte", que eles inventaram para desviar as atenções...


O Norte é apenas uma referência geográfica. Temos o NORTE de África; o Pólo NORTE; o Norte da Europa, etc. Eu não sou do Norte, mas sim do Norte de Portugal. No Norte do meu País, posso ser minhoto, transmontano, portuense, tripeiro, da bairrada, e por aí adiante.


 O "norte" não existe, faz-me lembrar o "Oeste americano" que é um deserto. No fundo cada povo tem o que merece. Quando eu ouço o pobre povo transmontano dizer "tenho orgulho em ser nortenho"? palavras para quê? Se é tradição dizer-se este palavriado, acabe-se com a tradição.


Este post é para nortenhos e sulenhos

publicado por Paulo do Porto às 18:52
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Janeiro de 2005

Meu Deus

Meu Deus e meu Pai, ajuda-me nesta hora difícil. Não me deixes ficar mal. Confunde todos aqueles que me querem aniquilar. Sê o meu refugio. Preciso da tua ajuda, do teu amor e da tua força. Agora mais do que nunca quero dizer que confio em ti, digo isto mesmo sem te sentir, mas sei que estás dentro de mim e vês-me como teu verdadeiro filho. Dá-me confiança, porque sinto fraqueza na minha alma e no meu coração. Eu sei que não mereço, por isso apelo ao teu amor de Pai. Acompanha-me todos os dias, todas as horas, todos os minutos e segundos da minha existência. Se tal for possível não me deixes cair no pecado, mas se eu cair no mal não permitas que outros sejam prejudicados. Perdoa os meus pecados. Apelo-te a uma protecção especial àquelas pessoas que eu penso todos os dias. Tu sabes que é necessário um milagre; é urgente que se realize aquele milagre que eu te pedi. Mesmo sem eu o merecer quero que se realize tudo aquilo que te tenho pedido. Meu Deus e salvador ilumina a minha alma e salva toda a humanidade das trevas e da tristeza.
publicado por Paulo do Porto às 21:37
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Domingo, 9 de Janeiro de 2005

Ensaio sobre o mundo

Na sequência do post anterior, gostaria de refectir convosco sobre a problemática da fome, da pobreza e miséria extrema no mundo.Será possível algum dia acabar com estes flagelos?Biliões de seres humanos sobrevivem com menos de um euro por dia.Bill Gates tem uma fortuna equivalente aos 10 milhões de portugueses e mais de metade da riqueza do mundo está concentrada nos Estados Unidos, União Europeia e Japão.Como se explica isto?

A principal razão para as desigualdades está nessa invensão que é o DINHEIRO. Isso mesmo, existem os muito ricos e os muito desgraçados porque existe dinheiro!Reparem que no mundo dos animais irracionais este problema não se pode colocar. Também se poderá argumentar que o problema da sociedade não é o dinheiro, mas o seu mau uso. Estou convencido que por mais esforços que se faça o dinheiro trará sempre consigo o estigma da corrupção, do poder e da violência.

O dinheiro gera o poder; o poder gera o orgulho, a arrogância e individualismo e acaba-se na violência e na miséria.

"TEMPO É DINHEIRO" tornou-se no lema que rege as nossas vidas - pequenos e grandes, ricos e pobres - os ricos odeiam os pobres e os pobres odeiam e invejam os ricos. É a luta de classes...O rico ou o poderoso não quer perder o que conquistou muitas vezes com suor e o pobre ou inculto exige ao menos uma parte do "bocado", mesmo que nunca tenha lutado por isso. E assim o ódio, as desigualdades, as divisões e as guerrilhas sempre a aumentar.

O marxismo leninismo dizia que todos tinham que ser iguais, mas hipocritamente esquecia-se de dizer que o povo era todo tratado para ser pobre, ou seja os homens do governo ou do Partido ( os ricos e poderosos) tratavam todo um País e os seus cidadãos como escravos ao seu serviço, ao serviço do aparelho do partido comunista; neste caso os pobres eram todo um povo.

A humanidade foi enganada. Somos todos escravos do dinheiro e, portanto, da corrupção.
O facto de eu ter mais ou menos dinheiro significa vergonhosamente ser mais ou menos feliz ou pelo menos é isso que nos querem fazer entender. E como toda a sociedade vive em função do DINHEIRO, somos aos poucos "ensinados" a não olhar a meios para atingir os fins...

(Voltarei a este assunto)




publicado por Paulo do Porto às 02:46
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2005

Era uma vez...

Eu, Paulo, autor deste blog, que posso dizer-vos depois de três semanas de arrepiante ausência deste reles blog? O mundo está melhor?- Não. Portugal entou no caminho certo? Não. Santana Lopes saiu da incubadora? Não. O espírito natalício fez bem às pessoas? Não. Deixou de haver grandes calamidades no mundo? Não. Eu passei a ser uma pessoa melhor? NÃO, NÃO e NÃO. O ano é novo, mas a merda é sempre a mesma. Não falta por esse mundo fora espertalhões que, qual abutres, vão-se aproveitando das desgraças alheias, como é o caso da tragédia da Ásia e o terrível tsunami que agora faz outras vítimas como o tráfico de crianças. Cá no reino vejam as nossas televisões a tentarem tirar dividendos com as audiências à custa dessa e outras horríveis tragédias, e ainda têm a lata de pedirem aos portugueses que dêem o eurosinho da praxe para suavizar a tragédia. Vocês sabem que três minutos de publicidade nos intervalos das novelas corresponde a muitas dezenas de milhares de euros?Que bom seria que as 3 televisões concordassem que durante uma semana todas as receitas de publicidade seriam para minimizar e reconstruir o que o tsunami destruiu. Aí sim veriamos algo muito sensato e mais honesto. E se nós portugueses e outros povos ( os que não passam fome e têm tecto) concordassemos em descontar 10% do ordenado durante um ano para acabar de vez com a fome no mundo?
publicado por Paulo do Porto às 01:06
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

.pouco de mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Obviamente Nao

. ...

. Meguido

. Um mês diferente

. Mulheres Feministas

. Oásis

. deserto

. Espelho especial

. Tenhamos Fé

. 2º parte - provas que Jes...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.favoritos

. O animal humano

blogs SAPO

.subscrever feeds