Quarta-feira, 24 de Maio de 2006

2º parte - provas que Jesus era solteiro

continuando do post anterior

.... no post anterior eu provo o absurdo que é os fanáticos do código confundirem o verbo AMAR com sexo. Convém contudo responder à pergunta: Se não há provas que Jesus era casado, onde estão as provas que Jesus era solteiro?

 

Na bíblia personagens importantes que foram casadas são apresentadas como... casadas. Temos o caso de Moisés que foi casado mais que uma vez e diversos discípulos de Cristo eram casados como o S. Pedro. Aliás quase todos os apóstolos eram casados; contudo segundos os evangelhos eles abandonaram as suas esposas e famílias para seguirem...Jesus. Assim, segundo os fanáticos do código a conclusão é lógica: Os discípulos não podiam ter mulher por causa de Cristo, mas esse Cristo dava-se ao luxo de ter a Madalena com ele ( no sentido sexual). Segundo os fanáticos do código, na Última Ceia  Jesus está acompanhado pela sua esposa, mas os outros apóstolos estavam proibidos de ter as suas esposas acompanhadas. Isto tem lógica? Claro que não! É um perfeito absurdo!

 

Não é costume da bíblia os solteiros serem apresentados com solteiros. No caso de Cristo Ele é apresentado como o filho de José, ou o filho do carpinteiro. Contudo, como disse atrás, os casados, pelo costume bíblico, são apresentados como casados e com Cristo isso não acontece. 

 

Muitos ( os fanáticos do código) dizem : Não está nos Evangelhos que Cristo era casado, porque os evangelistas quiseram esconder isso, porque era mau para a Igreja. Mas era mau porquê? Se na história bíblica era natural e às vezes desejável os grandes profetas serem casados, como de facto eram, então, esconder para quê? Até Pedro ( visto como o primeiro Papa) tinha sido casado!

 

S. Paulo ( que conviveu com os apóstolos) ,converteu-se ao cristianismo e a Cristo e disse que Cristo era um Modelo para si, e disse, nas suas famosas cartas, que optou por não casar e ensinou que o ideal seria não casar, mas que obviamente, quem casar também não faz mal. Contudo para os sacerdotes seria melhor não casar. S. Paulo diz também que Cristo é o maior de todos os sacedortes - Eterno Sacerdote.

postarei nos próximos dias

 

 

publicado por Paulo do Porto às 23:36
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De O Raio a 26 de Maio de 2006 às 12:20
Provas de que Jesus era ou não casado?
Antes de analisarmos este magno problema temos de resolver outro, Jesus existiu ou não?
Historicamente não há provas da existência de Jesus, a existência de Jesus é um acto de fé.
Mesmo que Jesus tenha existido o mais provavel é não ter existido exactamente na época em que a Igreja o admite e que a sua vida não tenha sido exactamente como os Evangelhos a descrevem.
Muito do que pensamos da vida de Jesus já existia na vida de um outro Deus muito mais antigo, Mitra (cujo nascimento se comemorava por feliz coincidência a 25 de Dezembro...)
De Paulo do Porto a 26 de Maio de 2006 às 13:47
Olha Raio, obviamente que há provas históricas que Cristo existiu. Vejamos um exemplo: o historiador Josefo no sec. I não era cristão e referiu-se a Cristo como um sábio e profeta...
O que é estranho é que muitos dizem ter provas que Cristo era casado, mas dizem que dificilmente existiu... contradições.
De O Raio a 9 de Junho de 2006 às 00:43
Não há provas históricas da existência de Jesus.
Flávio José, como indicas, parece refrir Jesus Cristo. Mas os documentos originais de Flávio José não existem, só existem cópias cristãs dos seus escritos e o pequeno texto em que Flávio José refere Jesus é obviamente uma interpolação cristã muito posterior. Se não o fosse Flávio José seria cristão pois refere-se a Jesus Cristo como o filho de Deus o que seria absurdo num escritor judaico.
Aliás, a autenticidade desta interpolação já nem sequer é defendida pela Igreja...
De Paulo do Porto a 10 de Junho de 2006 às 01:57
Afinal o que significa "provas históricas"? Não estaremos a confundir provas históricas com provas arqueológicas, tipo...ossadas. Já agora colocava a questão: Cristovão Colombo existiu? Era Genovês...?
Curiosamente no primeiro século depois de cristo os romanos fazem referencias aos cristãos e - a "certo cristo" que eles ( cristãos) adoravam como a um deus - . Esta teoria de que Cristo poderia não ter existido vem do fanatismo anti-cristão do final do sec. IXX, mas a grande maioria dos historiadores, defende obviamente que as provas da sua existencias são mais que muitas. E até o estilo desse Cristo é inconfundivel, como por exemplo na linguagem - "em verdade vos digo". Quanto a outras provas, nem precisamos do Flávio Josefo para nada, mas digo que o texto mais antigo conhecido desse historiador está traduzido em grego e depois foi traduzido para árabe e com poucas diferenças...e sempre com referencias a cristo e que foi morto por um certo poncio pilatos. O que não há provas é do ano de nascimento desse Jesus...pode haver uma diferença de 3 ou 4 anos. Mas por favor não confundamos esse Jesus com o Mitra. O Raio sabe muito bem o porquê de a igreja ter introduzido o natal a 25 de dezembro. Oficialmente Cristo existiu, assim como oficialmente os americanos foram à Lua. Quem achar o contrário é que tem que provar!

Comentar post

.pouco de mim

.pesquisar

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Obviamente Nao

. ...

. Meguido

. Um mês diferente

. Mulheres Feministas

. Oásis

. deserto

. Espelho especial

. Tenhamos Fé

. 2º parte - provas que Jes...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.favoritos

. O animal humano

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds