Domingo, 25 de Setembro de 2005

Um homem que vai acabando...

Ó homem quem julgas que és? Julgas-te muito poderoso, eterno. Pobre coitado. Mesmo que tenhas a sorte de viver 100 anos não passas de pó. Não passas de um ser que passou na terra como uma pequena rajada de vento depressa a evaporar. Quem julgas que és? Não passas de uma ilusão! Só porque te vestes de poder e dizes : "Eu te condeno a 25 penas de prisão perpétua"  e ao outro dizes " eu te condeno à morte", não te faz um herói... bem pelo contrário. O teu comportamento é apenas um comportamento animal; sim o mesmo comportamento que o leão faz à sua presa, pois a tua atitude aparentemente elaborada racionalmente não passa de um triste instinto educacional e instinto de ficar com a melhor parte da cocha, não vá assim outro tomar o teu lugar.


És um logro! Vives num mundo de ilusão; num mundo onde pensas que a hora do ajuste de contas não chegará jamais. Mas chegará, sabes? E quando soar a trombeta lembrar-te-ás que o teu triste destino foi traçado por ti, porque não respeitas a verdade e a justiça. Não respeitas a ordem natural das coisas, nem sequer respeitas os mais fracos, aqueles que deveriam ser os primeiros das tuas preocupações. Queres fazer um mundo novo. Um mundo só teu, onde mais nada cabe,um mundo onde só cabe o teu orgulho e o teu ego; um mundo onde só existe tu e a tua raça. E quando caíres no lamaçal, pedirás ajuda, mas como nunca usaste de bom senso e misericórdia com outrem, também não encontrarás ajuda, nem dos teus semelhantes ( que são como tu, porque assim os ensinaste), nem da irmã natureza, que tu destruíste. E assim serás abandonado para sempre, acompanhado de todos aqueles que estão contigo.Compreenderás tudo isto! Os teus descendentes, o homem novo, vendo o teu passado, não querendo que a tua memória se perca totalmente, fará de ti uma relíquia como os antigos dinossauros. 


publicado por Paulo do Porto às 20:22
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Anónimo a 26 de Setembro de 2005 às 12:17
O Homem há-de ser sempre aquilo que o Homem quiser...Lino Gomes
(http://www.pensamentosdiversos.blogspot.com)
(mailto:)
De Anónimo a 26 de Setembro de 2005 às 09:38
Bom dia,Paulo! Está um dia lindo, cheio de sol, bem a contrastar com o seu pessimismo.E o Porto aqui tão perto!... Quanto à dicotomia homem velho/homem novo acho que é altura de o Paulo soltar da manga aquelas soluções que conhece muito bem, para salvar e converter o Mundo. Sê Homem!
Bem, os meus queridos alunos esperam-me. Vou.Aproveite bem este sol. PedroPedro Vaz
</a>
(mailto:enormezero@yahoo.com.br)
De Anónimo a 26 de Setembro de 2005 às 08:31
Amigo o homem julga-se invencivél poderoso e o centro do mundo o dono rei e senhor, eu não acredito nisso devido a ele se julgar tão importante e poderoso até julga que tem poderes para matar a própria espécie,já´está á vista o final do homem principalmente o homem branco.
Beijo e boa semanaadryka
(http://avidadesofia.blogspot.com/)
(mailto:adry1111349@gmail.com)
De Anónimo a 25 de Setembro de 2005 às 23:41
Oi, Paulo! Aqui vai um pedacinho de um livro k me ajudou a crescer, há muito e muito tempo. Espero k goste. Uma boa semana. Pedro Vaz

"Diferes dos grandes homens que verdadeiramente o são apenas num ponto: todo o grande homem foi outrora um Zé Ninguém que desenvolveu apenas uma outra qualidade: a de reconhecer as áreas em que havia limitações e estreiteza no seu modo de pensar e agir. Através de qualquer tarefa que o apaixonasse, aprendeu a sentir cada vez melhor aquilo em que a sua pequenez e mediocridade ameaçavam a sua felicidade. O grande homem é, pois, aquele que reconhece quando e em que é pequeno. O homem pequeno é aquele que não reconhece a sua pequenez e teme reconhecê-la; que procura mascarar a sua tacanhez e estreiteza de vistas com ilusão de força e grandeza, força e grandeza alheias.Que se orgulha dos seus grandes generais mas não de si próprio. Que admira as ideias que não teve mas nunca as que teve."
Wilhelm Reich, Escuta, Zé Ningém!Pedro Vaz
</a>
(mailto:enormezero@yahoo.com.br)
De Anónimo a 25 de Setembro de 2005 às 23:19
Muito interessante o seu blog. Obrigada pelo seu comentário. O Homem por mais duro que se faça não consegue resistir à força da Natureza. Beijos e boa semana!Cláudia
(http://www.timon.blogs.sapo.pt)
(mailto:claudiapcs@sapo.pt)
De Anónimo a 25 de Setembro de 2005 às 20:36
Quem será esse homem! Penso que são muitos que se encaixam nessa descrição. Inclusive homens do Islã. Quem assistiu ao filme "O Poder de Islã" sabe do que o Paulo está falando. Quem já ouviu falar de inocentes condenados impunemente.. também sabe! Mas, o que não sei é se o desabafo do nosso amigo é dirigido a alguém em especial ou a muitos que agem assim. Talvez eu nunca saiba.. talvez sim.Mar
(http://ameanatureza.blogs.sapo.pt/)
(mailto:ameanatureza@gmail.com)

Comentar post

.pouco de mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Obviamente Nao

. ...

. Meguido

. Um mês diferente

. Mulheres Feministas

. Oásis

. deserto

. Espelho especial

. Tenhamos Fé

. 2º parte - provas que Jes...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.favoritos

. O animal humano

blogs SAPO

.subscrever feeds