Domingo, 19 de Junho de 2005

Um rio (Douro) é para unir e não dividir...

                             ponte.jpg


A ponte é uma passagem prá outra margem, dizia o vocalista dos tripeiros  "Já Fumega". Na verdade aquilo que devia unir tem servido desde há décadas para criar discórdia.


As festas de S. João estão aí e os portuenses deviam meter a cabeça na areia quando soar a meia noite de 23 para 24 de junho.De um lado do rio temos os velhotes, do outro os novos-ricos.O que aconteceu nos últimos anos foi motivo de chacota em todo o país. A minha é maior que a tua... Não senhor, a minha é mais elástica... o mesmo é dizer, este ano vou deitar mais fogo que tu...


O Porto está a desintegrar-se. Há muitos séculos a cidade chamava-se Portucale - Portu ( actual Porto) e Cale ( actual Gaia). Ainda no séc. 19, partes do actual concelho de V.N.Gaia pertenciam à cidade do Porto.No entanto no final do sec. 19 as autoridades de Lisboa resolveram dividir o País em concelhos administrativos. O Porto perdeu parte de Gaia e Matosinhos e, para cúmulo Lisboa ganhou... Belém,  Olivais etc. Resultado: Lisboa passou a ter o dobro do tamanho e da população do Porto...e os portuenses não prostestaram. O Porto nunca mais foi Porto. Para terem uma ideia da grandeza do Porto no séc. 19; o Porto foi a primeira cidade da peninsula ibérica  a ter os famosos Eléctricos... só depois veio Barcelona e Lisboa. O Porto nesse século foi das primeiras cidades do mundo a ter Exposição Mundial ( foi construído para a exposição o famoso Palácio de Cristal), tal como vinte anos mais tarde Paris na sua Exposição Mundial fez nascer o torre Eiffel; ainda foi nesse século que os ingleses vieram em força para o Porto, por causa do vinho. ( o vinho do Porto no séc. 19 e início do séc. 20 teve uma fama única no mundo); e ainda foi nesse tempo que no Porto se deram as grandes revoltas populares que levaram o País deixar um pouco mais tarde a monarquia.O Porto metia respeito em toda a Europa.


O que veio a seguir é demasiado triste.O Porto perdeu influência. O povo do Minho e de Trás-os-Montes continuou a emigrar para a ainda "grande cidade" do Porto, mas o Povo do Porto emigrava para França e ... Lisboa. Os "grandes crânios" nunca mais ficaram cá muito tempo e ainda hoje, seja no jornalismo, na música, na arte, na política; é vê-los fugir a sete pés para a Grande Cidade.... de Lisboa. A Cidade Invicta perdeu massa crítica...


O Porto actual é uma cidade triste, fria e cinzenta, uma cidade que protesta por tudo e por nada, uma cidade que diz cobras e lagartos dos lisboetas, como se esses tivessem alguma culpa das desgraças alheias, uma cidade que disfarça as suas tristezas na noite de S.João...


... mas fica a minha indignação. Imaginem que vamos a Londres e chegados ao rio Tamisa alguém vos diz:" Deste lado é a Cidade de Londres, do lado de lá ( a trezentos metros) é a cidade de GAIA" ...


... que ridículo... a não ser que queiram comparar com o rio tejo que ao chegar a Lisboa tem mais de 5 Km de largura ( sem contar com o estuário do tejo com cerca de 15 Km de largura)    

publicado por Paulo do Porto às 22:19
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Anónimo a 24 de Junho de 2005 às 20:53
Vim deixar votos de bom fds, fica bemPlantacarnivora
(http://Aseivadosolidadgo.blogs.sapo.pt)
(mailto:seivadosolidago@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Junho de 2005 às 16:52
Poie é, as pontes servem para unir e não separar... Pelo menos é esse um dos seus propósitos!
Fica bem,100chave
(http://www.portaberta.blogs.sapo.pt)
(mailto:100chave@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Junho de 2005 às 15:40
Abstenho-me e fico com as festas do meu Sto António... :-)Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)
De Anónimo a 23 de Junho de 2005 às 15:18
Hmmmm.... agora está na moda cortar as ligações e não uni-las... e moda é moda =S a divisão anda acima da união... *piolha_digital
(http://www.piolhadigital.blogs.sapo.pt)
(mailto:tanuska_santos@yahoo.com.br)
De Anónimo a 22 de Junho de 2005 às 12:04
A ponte é um ELO de ligação entre as duas margens que são separadas pelo curso de água.Também acontece na vida real e com seres humanos, há sempre ELOS de LIGAÇÃO que aproximam as MARGENS.( apesar de nem sempre assim acontecer)
Ilustração magnifica, parabéns! Bjsdocerebelde
(http://docerebelde.blogs.sapo.pt)
(mailto:docerebelde@hotmail.pt)
De Anónimo a 21 de Junho de 2005 às 23:04
No "Diga lá, Exª" da Rádio Renascença desta semana, Rui Rio respondeu assim à pergunta do jornalista que foi esta: "nome que lhe vem à cabeça em relação aos portugueses do centro e sul do país." Resposta pronta: "mouros". Eu até gosto dele mas não lhe fica bem chamar nomes aos portugueses do seu país. Já agora, tb não fica bem ao jornalista fazê-las. Asa lutas fraticidas começam assim...mocho
(http://)
(mailto:barrocodomocho@sapo.pt)
De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 23:28
Jágumega! Hi, há que tempos, lembro-me perfeitamente! Sem dúvida que um rio é um curso de água que divide apenas a margem esquerda da direita...Faz algum tempo (mete tempo nisso) que não vou ao Porto ...e ...enfim...percebo mais ou menos, mas deve ter a ver com bairrismos. De Gaia eu lembro de visitar uma casa de fados e vir fascinada...Obrigada pela visita, goste muito generosa no comentário. Volta sempre. Continua bem.Plantacarnivora
(http://Aseivadosolidadlo.blogs.sapo.pt)
(mailto:Seivadosolidago@sapo.pt)
De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 23:14
Sempre contra tudo que separe as pessoas por motivos fúteis.mfc
(http://www.pedemeias.blogspot.com)
(mailto:manuelfelixdacosta@sapo.pt)
De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 23:03
Brigado pela visita! Olha nem me dei conta, amanhã começa msm o verão! =)
Beijinhos! Volta spPatrícia
(http://www.osoldatuaalma.blogs.sapo.pt)
(mailto:crazyflower1703@hotmail.com)
De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 22:44
Oi Paulo :)
Apesar de estar aqui no "finzinho" de Portugal tenho consciência da grandeza do Porto.
Este ano a polemica continua pelo que vejo e irá continuar. As rivalidades como essas, para mim não só são ridiculas como tb nos fazem pensar como é possivel que se arrastem situações dessas e não surja a maturidade nas pessoas que estao à frente das Camaras, das Juntas, ou até das Colectividades.gaivotadaria
(http://GaivotadaRia.blogs.sapo.pt)
(mailto:bgaivota@sapo.pt)

Comentar post

.pouco de mim

.pesquisar

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Obviamente Nao

. ...

. Meguido

. Um mês diferente

. Mulheres Feministas

. Oásis

. deserto

. Espelho especial

. Tenhamos Fé

. 2º parte - provas que Jes...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.favoritos

. O animal humano

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds