Segunda-feira, 2 de Maio de 2005

Sereia do atlântico

Sinto o teu respirar
as tuas mãos, o teu pescoço o teu cabelo
Desejo mergulhar no teu atlântico,
Mas não te conheço, não sei nadar...
Um rio de sentimentos és tu Princesa
Que desagua em todos os mares
Sinto o teu respirar
a tua aura, o teu perfume, o teu sorriso
Vou ao teu encontro, ao oceano das sereias
para libertar o teu sentido sentimento
Sinto o teu respirar
metade humana, metade divina, toda Mulher
Sinto o teu respirar
Sinto todo o teu ser
Sinto que nunca te conhecerei
Nunca saias do atlântico
Nunca abandones o espírito do Amor
No mar és rainha, és mulher
É o teu lugar onde se encerram grandes mistérios
Não te conheço
Não sei nadar
Mas sinto o teu respirar



publicado por Paulo do Porto às 23:39
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De Anónimo a 9 de Maio de 2005 às 16:46
Lindo poema adorei porque existe um grande fascinio sobre a sereia. Lindo Beijosadryka
(http://suspirar.blogspot.com)
(mailto:adry1111349@hotmail.com)
De Anónimo a 9 de Maio de 2005 às 01:12
Eu raramente faço poemas,mas quando crio um poema nunca é um acaso... autor blog
(http://novavida.blogs.sapo.pt)
(mailto:Paulossr@sapo.pt)
De Anónimo a 9 de Maio de 2005 às 00:31
se amas atira-te de cabeça ao rio que aprendes logo a nadar e se te estiveres a afogar há sempre alguem que te pesca. Um beijinho*piolha_digital
(http://www.piolhadigital.blogs.sapo.pt)
(mailto:tanuska_santos@yahoo.com.br)
De Anónimo a 8 de Maio de 2005 às 22:53
"Viento llegó, viento pasó y cómo me acuerdo"

Beijinho grande
*Desculpa a ausencia :)
Sonia
(http://www.lbutterfly.blogs.sapo.pt)
(mailto:soniapires@iol.pt)
De Anónimo a 6 de Maio de 2005 às 12:11
O simples facto de sentires o seu ser já vale a pena de perderes o medo de não saberes nadar! A vida tens destas coisas, por vezes coloca-nos determinados obstáculos na vida e ou os conturnamos, adiando assim o inevitável, ou seguimos em frente derrubando o obstáculo! No teu caso, atira-te à água e acabrás verificando k mesmo não sabendo nadar flutuas e quem sabe a tua sereia não te ajude a chegar até ela! Paulo desejo que tenhas um execelente fim de semana! Beijinhos!Sonhadora
(http://sonhadorasempre.blogs.sapo.pt/)
(mailto:mtomisteriosa@hotmail.com)
De Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 16:46
Logo tinhas de te apaixonar por uma sereia! Além de correres serios riscos de vida pelo facto de não saberes nadar, outros "dissabores" te aguardam.Já analisaste detalhadamente uma SEREIAS!?..rs.Fica bem e excelente fim de semana. BjsDoce Rebelde
(http://docerebelde.blogs.sapo.pt)
(mailto:DoceRebelde@hotmail.pt)
De Anónimo a 4 de Maio de 2005 às 23:17
A ânsia do sentir leva-nos a procurar algo que desconhecemos. Infrutífera, ou não, a busca é um gozo infinito. Não sabemos o que queremos, mas acreditamos que sabemos o que não queremos. E quando sentimos o respirar de algo tão ansiado, nada mais importa. Afinal o caminho tem um destino. Ou não? Fica bem, eu33
(http://enigmasolitarios.blogs.sapo.pt)
(mailto:biquinha@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Maio de 2005 às 21:08
Bonito poema,só pelo amor e no amor vale a pena viver!!!!abraço:)Aurora
(http://amareiavida.blogs.sapo.pt)
(mailto:ansboa@mail.com)
De Anónimo a 4 de Maio de 2005 às 15:26
O ideal é aprenderes a nadar o mais rápido possível... antes que a sereia fuja... :-))Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)
De Anónimo a 4 de Maio de 2005 às 12:07
descreve-a como se a presença se sentisse em cada frase desta bonita prosa.Encantadoras e graciosas feitas mulheres...as sereias: tambem. 1 beijinhoViceversa1000
(http://Diario365.blogs.sapo.pt)
(mailto:Viceversa1000@sapo.pt)

Comentar post

.pouco de mim

.pesquisar

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Obviamente Nao

. ...

. Meguido

. Um mês diferente

. Mulheres Feministas

. Oásis

. deserto

. Espelho especial

. Tenhamos Fé

. 2º parte - provas que Jes...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.favoritos

. O animal humano

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds