Sexta-feira, 18 de Março de 2005

Primavera

Naquele mês de Março tinha eu seis anos, o inverno nunca mais acabava. Raro era o dia em que não chovia. Tinham-me ensinado que a Primavera começava astronomicamente a 21 de Março e eu vivia na espectativa desse dia. Afinal garantiram-me que na Primavera o sol começava a brilhar, os dias ficavam mais quentes, os passarinhos cantavam felizes da vida e os campos enchiam-se de flores! O grande dia aproximava-se e não havia sinais de melhoras. No dia 20 de março abate-se um terrivel temporal sobre o norte de Portugal, a chuva e ventos ciclónicos são constantes ao longo do dia. Já de noite e em casa digo: Mãe, amanhã começa a primavera e vai estar sol. É claro que a minha mãe esclareceu que as coisas não são bem assim. Confesso que tive um " choque", mas disfarcei bem ... E se o choque foi grande, a desilusão ainda foi maior, porque eu já me tinha preparado para ver o nascimento da primavera.
A horas decentes fui dormir, um pouco desgostoso, contudo dormi bem.
Na manhã de 21 de Março sou acordado cedo para cumprir o dever de ir para a escola. Bem lá no fundo da minha alma eu continuava a acreditar que este era o dia que regressaria a primavera. Logo que acordo estranho o facto de ouvir o som dos pássaros com maior intensidade que o normal. A primeira coisa que eu faço é sair da cama a correr, abrir as persianas e olhar pela janela. O que vejo a seguir fica para sempre na minha memória: Chove... mas o sol também brilha e aparece o arco íris! As árvores de fruto ao longe brilhavam, brilho provocado pelo reflexo da luz do sol na água que escorria pelos ramos e pela primeira vez esse ano reparei que as árvores tinham flores ( mais visível pela intensa luz solar). Reparei também que algumas andorinhas cruzavam o céu. Pela primeira vez em muitos dias o sol apareceu e logo nesse dia . Foi um dia mágico! Afinal eu não me tinha enganado e a Mãe natureza não me quis enganar e ofereceu-me este espectáculo e o resto do dia o sol foi rei. Um tempo em que os sonhos ainda se concretizavam como nas histórias de encantar... compartilhei este momento único com a minha mãe e reparei que ela também estava deslumbrada...

E este ano de 2005? Será que a boa surpresa é o regresso da tão esperada chuva para regar os secos prados? Pois bem meus amigos, a partir do dia 20 regressa a chuva.
publicado por Paulo do Porto às 00:44
link | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

.pouco de mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Obviamente Nao

. ...

. Meguido

. Um mês diferente

. Mulheres Feministas

. Oásis

. deserto

. Espelho especial

. Tenhamos Fé

. 2º parte - provas que Jes...

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Maio 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.favoritos

. O animal humano

blogs SAPO

.subscrever feeds